Conheça 6 maneiras de tirar o máximo proveito do aprendizado remoto

0
0 Flares Facebook 0 LinkedIn 0 0 Flares ×

As metodologias de trabalho continuam a mudar rapidamente, exigindo adaptação e muito foco profissional.

Nessa seara, o aprendizado remoto surgiu como peça-chave na qualificação continuada de colaboradores, e na reestruturação das jornadas de gestão e liderança.

Além disso, esse tipo de treinamento desempenha um papel muito importante ao trazer para mais perto das pessoas temas como equilíbrio entre vida pessoal e profissional, e inteligência emocional – essenciais nos tempos atuais.

Do ponto de vista do preparo dos cursos, alguns pontos são considerados fundamentais pela nossa equipe de Treinamento e Desenvolvimento.

Muito embora os treinamentos sejam personalizados e customizáveis, em total acordo com a necessidade de cada cliente, há pontos em comum entre eles:

  • Os cursos são desenvolvidos para estimular interação, engajamento, troca de conhecimento e o networking, tornando as aulas dinâmicas e interessantes.
  • As ferramentas de aprendizado são oferecidas de forma a se construir o aprendizado com a participação ativa do aluno. Não há palestras, mas sim um esforço conjunto para se chegar a soluções reais, em grupo.
  • A carga horária e a metodologia de trabalho são preparadas de forma a garantir equilíbrio entre vida pessoal e profissional, em ambientes sem pressão e sem a necessidade de deslocamentos desnecessários.

E como os participantes podem se adaptar e tirar vantagem da tecnologia e dos novos modelos de interação e aprendizado nos treinamentos remotos?

Os especialistas em Treinamento e Desenvolvimento do Bureau Veritas fazem uma série de recomendações:

  1. Quanto mais próxima da realidade for a experiência, melhor. Por isso, deixe a câmera sempre aberta: o reconhecimento facial dos alunos pelo professor é importante para manter a dinâmica das aulas e “medir a temperatura” do interesse no conteúdo.
  2. Prepare um ambiente calmo e sem ruídos quando for começar sua aula. Cheque seus recursos tecnológicos e evite se sentar no sofá ou ligar a televisão, por exemplo.
  3. É importante agir como se você estivesse em uma sala de aula presencial, desde a escolha das roupas até a postura ao se sentar.
  4. Esteja disponível. Trabalhar o foco é uma das questões principais quando falamos em treinamento remoto, por isso peça para não ser interrompido e desligue o celular.
  5. Faça perguntas e não tenha medo de interagir. Trabalhos em grupo devem ser executados com troca de ideias, comparação de soluções e contato social.
  6. Desenvolva sua própria metodologia de engajamento. Anote previamente suas perguntas, sugestões e opiniões. Assim, além de absorver conteúdo, você também colabora com a construção da jornada de aprendizado dos outros participantes.

As vantagens e oportunidades do treinamento remoto são inúmeras.

Elas alçam o aluno de espetador a protagonista, tornando-o parte do processo de construção do conhecimento.

Além disso, representam uma economia de tempo e de recursos financeiros sem precedentes, eliminando a necessidade de deslocamento e o aluguel de salas de conferência para dias extensos e cansativos de aula.

Finalmente, tornam-se diferenciais de mercado em médio e longo prazo: em tempos de incerteza mundial, somente os profissionais mais qualificados e as empresas mais preparadas seguirão adiante.

Portanto, investir em renovação de conhecimento, no bem-estar dos colaboradores e na sustentabilidade dos negócios são passos primordiais nessa trajetória.

Nós, do Bureau Veritas, estamos prontos para caminhar ao lado de cada cliente rumo a esses objetivos. Conte conosco.

Para mais informações, entre em contato com a consultora de Treinamentos Corporativos do BV, Joyce Marques, em joyce.marques@bureauveritas.com ou +55-11-97076-8706.

Compartilhe

Sobre o Autor

Comentários no Facebook